quinta-feira, 8 de março de 2012

Dia da Mulher, uma Celebração Satânica

a imagem da vítima inconsciente saboreando a sua própria destruição 


Feminismo, ideologia alucinada

Certa vez, escrevi que o Feminismo era a obra prima do diabo. Na verdade, esse era o título de um texto que eu pretendia escrever sobre o Feminismo, mas até hoje não escrevi. Como disse em vídeo outro dia, minha motivação para começar a escrever foi esclarecer as mulheres sobre a mente masculina, ajudar as mulheres a entenderem os homens e reduzir mal entendidos que estão separando homens e mulheres.

Mas logo percebi que a causa do caos que se tornou a relação entre homens e mulheres nas últimas décadas coincidia com a Revolução Sexual e o avanço da ideologia feminista na sociedade. Então percebi a importância de combater o Feminismo e expor as verdades contra as mentiras dessa ideologia alucinada. Refletindo sobre os efeitos do Feminismo na sociedade, percebi que a desgraça dessa revolução era tão evidente que não fazia sentido esta alucinação continuar sendo tão festejada, mesmo diante da evidente devastação social que causou, destruindo relacionamentos entre homens e mulheres, destruindo a família.

Apesar da tragédia que o Feminismo causou, toda a grande mídia continuava fazendo propaganda do Feminismo. Não dava pra acreditar que as pessoas fossem tão estúpidas de não perceber isso, diante de tamanho caos que vivemos em uma sociedade feminista. Apesar da ideologia feminista ter causado tantos problemas gigantescos, devido a destruição da família, a base da sociedade, causando transtornos psicológicos em filhos de casais separados, mães solteiras e famílias desestruturadas... resultando em violência, abuso de drogas e uma pandemia de depressão.


O Mito do Machismo

Apesar da sociedade ter se tornado evidentemente feminista, quanto mais os problemas aumentam, mais as feministas acusavam um suposto machismo como causa de todos os problemas da sociedade, isentando o feminismo de qualquer culpa. Pensei sobre o Machismo e percebi que na realidade o suposto machismo não passava de outra alucinação feminista.

Não existe e nunca existiu machismo, tudo que as feministas chamavam de machismo era na verdade o comportamento natural dos homens. A tal sociedade machista era na verdade o resultado de milênios de evolução natural da sociedade e das relações entre homens e mulheres. O Feminismo representava então uma Revolução de ódio contra a própria natureza humana, contra o instinto e o comportamento natural de homens e mulheres.


Conspiração Feminista

Ainda assim, a ideologia feminista continuava sendo pregada pela grande mídia. Comecei a desconfiar que o Feminismo não poderia ser simplesmente uma ideologia honesta. Enquanto lutava pelos direitos das mulheres, destruia a família, a sociedade e estava tornando a vida das mulheres um inferno. Cada vez mais mulheres dependentes de drogas, legais ou ilegais, para viver. Enquanto atrizes pornô e prostitutas dependem de drogas ilícitas para suportar um comportamento contrário ao instinto feminino, mulheres que disputam o mercado de trabalho no que era considerado o mundo dos homens dependem de remédios anti-depressivos para suportar uma vida contrária ao instinto feminino.

O Feminismo tornou o mundo um inferno para homens e mulheres. Ainda assim, a propaganda continuava alardeando o contrário. Isso não era apenas uma ideologia alucinada. Era uma verdadeira Conspiração para destruir a sociedade, resultado real que o Feminismo causou. Atacando o ponto fraco do casal, a mulher, o sexo frágil, facilmente manipulável através das emoções. Destruindo o relacionamento entre homens e mulheres, o Feminismo destruiu a família, a base da sociedade, conquistando seu verdadeiro objetivo, o verdadeiro alvo dessa conspiração.


Marxismo Cultural, a Grande Conspiração

Logo que percebi o real objetivo do Feminismo, destruir a sociedade, passei a desconfiar que pudesse ser apenas uma das armas nessa guerra secreta. Logo desconfiei do Movimento Gay, outra insanidade que espalhava uma ideologia alucinada. A maior evidência disso, estava na grande mídia, especialmente nas novelas da Globo, que possuem um impacto enorme devido a sua penetração entre o ignorante e imbecil povo brasileiro. Quanto maior a fraqueza mental, maior o poder de influência do sistema.

Diante da percepção de uma Guerra Oculta para destruir a sociedade, percebi que era tudo uma questão política. Por isso comecei escrevendo sobre relacionamentos e passei a abordar uma grande variedade de assuntos, especialmente sobre sociedade e política. Até que finalmente conheci o conceito de Marxismo Cultural, que explicava muito bem tudo aquilo que eu já desconfiava. Estamos em meio a uma guerra cultural, da qual somos vítimas tão inocentes que nossa sociedade não entende sequer o que está acontecendo. Uma guerra oculta na qual a grande mídia, o governo e nosso sistema de educação são parte do problema.

Marxismo Cultural, pois no cerne de todos estes movimentos sociais alucinados encontra-se a filosofia comunista. Nessa época conheci Olavo de Carvalho e Yuri Bezmenov, o ex-agente soviético, desertor da KGB, que expôs a estratégia de subversão comunista e guerra cultural para destruir a sociedade ocidental, explicando toda a tragédia das últimas décadas.

O Feminismo é a Obra Prima do Diabo, sua obra mais refinada, causando dor e sofrimento, destruindo famílias e relacionamentos com mentiras e promessas de um mundo melhor, discursos bonitos que enganam muito bem. Mas é apenas parte da grande e maior obra do Diabo na história da humanidade, o Comunismo, o sistema político social das piores ditaduras que o mundo já conheceu, que mais derramaram sangue e promoveram genocídio.

O Comunismo é tão destrutivo que precisa trocar seu disfarce sempre que desmascarado. Sempre com falsas promessas, o Comunismo se disfarça de Socialismo, Social Democracia... utiliza bandeiras como Feminismo, Gayzismo, Igualitarismo, Multiculturalismo...


Dia da Mulher, uma Celebração Satânica

O Dia da Mulher, que deveria ser um dia para celebrar as mulheres, se tornou o dia mundial de celebração Feminista. O Dia da Mulher não celebra a maternidade, os valores femininos, o instinto feminino, a delicadeza, a feminilidade. Ao contrário, celebra a masculinização da mulher, a destruição do instinto e valores femininos. Celebra as conquistas da ideologia que está matando a alma das mulheres e mergulhando suas vidas em um inferno no qual dependem de drogas para viver, para conseguir trabalhar e viver suas vidas no paraíso feminista, dependentes de remédios anti-depressivos para anestesiar a dor em suas almas dilaceradas por viverem como homens, contrariando a natureza humana e a alma feminina.

O Dia das Mulheres hoje me lembrou uma cena de um filme, onde Hannibal Lecter, a encarnação do mal, o maior psicopata do cinema, corta um pedaço do cérebro de sua vítima, frita e dá de comer o próprio cérebro para o coitado que está drogado e não tem consciência do que realmente está acontecendo, saboreando sua própria destruição.

Uma analogia perfeita para a celebração do Dia da Mulher. Uma Celebração Satânica, em que as mulheres comemoram as conquistas de uma ideologia alucinada que está destruindo suas próprias vidas, dos homens, das crianças, destruindo a família e a sociedade. Inconscientes e alienados, a sociedade celebra no Dia da Mulher os motivos de nossa própria destruição.


Hannibal Lecter - Escena del cerebro

4 comentários:

  1. Sinceramente, acho que nunca li tanta bosta na minha vida.

    ResponderExcluir
  2. Nada haver isso ai,que ele fala,não é nós mulheres que estamos destruíndo lares,família não vcs homens também participa dessa destruição,não aguenta ver um rabo de saia,isso quando não saem com outros homens!

    ResponderExcluir
  3. Jovem, eu entendi a tua ótica, PORÉM, entendo que o que tu faz nada mais é que pontuar as falhas do movimento feminista, entretanto, tudo indica que todo tipo de instituição/aglomeração/edificação social também apresenta falhas. Você não parece apresentar grandes níveis 'infradotação', então estou tentando afirmar com segurança que você conhece o evento HISTÓRICO que originou o dia das mulheres. Em qual parte você criminaliza o comportamento masculino secular/milenar de abandonar a instituição FAMÍLIA? sim, a existência da família depende da boa vontade de vocês também - a conformação estrutural que você aponta como ideal, também não tem nos atendido e dado tão certo. O feminismo é uma forma de expressão tão legítima ou particular quanto o machismo, que sim, existe! sim o machismo existe, jovem. Acredito em macroplanos de vários grupos sociais que buscam controle ideológico de n maneiras, mas daí a dizer que o feminismo concentra todos estes interesses é muita ingenuidade, né não? acho que você é que tá viajando, e como boa cobaia, não consegue enxergar de fora da bolha.

    ResponderExcluir
  4. Na época que as mulheres não eram "livres" então não havia casamento destruído? ao contam meus avós e pessoas mais velhas, sempre existiu a destruição da família. E principalmente pelas seguidas traições dos HOMENS, que muitas vezes tinham até outras famílias. O que muda que é que antes as mulheres se sentiam obrigadas a continuar uma realção mutilante, pois a sociedade as descreditavam por serem "separadas". Hoje quando a família é destruída, seja por culpa dos dois, ambos tem possibilidade de formar uma nova vida, e sendo mais felizes, term mais condições de oferecer uma boa educação e formação aos filhos. Óbvio que uma separação causa traumas, especialmente nos filhos, mas estando os pais bem psicologicamente, facilita a superação disso. Tenho vários amigos filhos de pais separados e que são hoje pessoas de muito apreço social, além de serem ótimos profissionais. Não existe exatamente um sistema de "causa e consequência" entre a independencia da mulher e os problemas sociais que hoje assolam o país. O que existe é falta de educação de qualidade, uma estrutura soscial totalmente falha que causa nas pessoas uma descrença da vida. As crianças de rua que existem hje, e que posteriormente viram drogadas, e até bandidos, são consequencia das falhas de um Estado que se precocupa muito mais com seu próprio umbigo.

    ResponderExcluir

comentar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

postagens mais lidas da semana

Foro de São Paulo + Marxismo Cultural = Golpe Comunista



vídeos no youtube

Partido Nazista no Brasil, Socialismo e Comunismo - Daniel Coelho
BOLSONARO FALA EM VEADOS E CITA DATENA
PALAVRA ABERTA - COMISSÃO DA VERDADE - Jair Bolsonaro
Entrevista com o Cabo Anselmo no Canal Livre da TV Bandeirantes (1/9)
Entrevista com o Cabo Anselmo ao Dextra
Julio Severo concede entrevista exclusiva ao Dextra
Destruindo chavões socialistas - Leonardo Bruno
Mitos do liberalismo e socialismo - Filipe Altamir
10 anos da morte de Celso Daniel do PT. Lucia Hippolito para rádio CBN
O PT quer dar um Golpe no Brasil - Reinaldo Azevedo pt 1/2
O PT quer dar um Golpe no Brasil - Reinaldo Azevedo pt 2/2
Silas Malafaia em audiência do PLC 122 em 29 de novembro de 2011
O Drama da Mulher Moderna - Padre Paulo Ricardo (01/02)
O Drama da Mulher Moderna - Padre Paulo Ricardo (02/02)
Yuri Bezmenov - Marxistas, os idiotas úteis
Yuri Bezmenov - A corrupção moral da sociedade pelos Marxistas
Yuri Bezmenov - A corrupção moral da sociedade pelos marxistas - II


Olavo de Carvalho

Conselho de Olavo aos Brasileiros - Fujam do mundo melhor !!!
A Diferença entre Socialismo e Comunismo
Caetano Veloso e intelectuais de esquerda acordam para projeto totalitário do PT
O PT e o Desarmamento do Brasil
Governo, Farc e Foro de S. Paulo (prof. Olavo de Carvalho)
O Foro de São Paulo e o Neo-Comunismo
True Outspeak - Terrorismo e Foro de São Paulo
Ódio Esquerdista, Vitimismo Negro e Coitadismo Feminino
Escravidão, etnias, miscigenação, cotas raciais, racismo — TO 02/12/09
O COMUNISMO NO BRASIL É INEVITÁVEL!
Olavo de Carvalho explica o comunismo completamente (Parte 1)
Olavo de Carvalho explica o regime militar brasileiro
Casamento gay e Caos Jurídico no Brasil
Olavo de Carvalho - O COMUNISMO NO BRASIL É INEVITÁVEL!
Olavo de Carvalho Explica Porque Esquerdista não é Igual a Pessoa Normal