quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Ditador, Chuchu e o Choque na USP

Marxistas da USP: estratégia por avanço da baderna, anarquia, bagunça, caos... lembra daquela frase, Ordem e Progresso? Se fosse fácil assim resolver os problemas, com barulho, protesto e bagunça, o Brasil seria o país mais desenvolvido do mundo. Vai ver o Japão... esses Marxistas querem levar o Brasil pro buraco.

Bom, deu pra perceber pelos comentários e reações no facebook que exceto aquela meia dúzia barulhenta de baderneiros anarquistas, comunistas, socialistas, marxistas e outros alucinados, grande parte da população brasileira, ainda que discreta, mantém um bom senso moral.

Mesmo na USP, nas votações realizadas, os vândalos foram vencidos pela maioria que é a favor da ordem e da polícia no campus. Mas quem disse que comunista aceita democracia? A recusa dos vândalos em aceitar a decisão da maioria e encerrar a ocupação dos prédios da USP, é uma amostra da tirania comunista.


Esse ano, fomos surpreendidos pelo assassinato de um estudante dentro do campus da USP, por um ladrão que tem acesso fácil a Cidade Universitária, onde a polícia era proibida de entrar em nome da democracia, em memória do Regime Militar. Apesar dos 50 mil assassinatos por ano no Brasil, em grande parte em locais onde impera a barbárie, a morte de um estudante na USP gerou a comoção necessária para aceitar a Polícia Militar na USP.

Algumas semanas atrás tivemos outro caso, de uma aluna da USP que voltava para casa, quando parou o carro em um sinal, foi abordada por ladrões, que se sentiram ameaçados pela menina e atiraram. Não soube de mais nada, mas no dia ela corria risco de perder a vista de um olho.

Em meio a tanta violência, agora vemos esse bando de comunistas vagabundos, marxistas alienados, protestando contra a Polícia, apesar da favela vizinha ao campus, abrigando ladrões, estupradores e assassinos... tudo porque a Polícia impõe o cumprimento da lei e da ordem dentro da USP. Essa é a função da Polícia, uma instituição da Segurança Pública.

Como tal, não permite que os revoltadinhos da USP fumem maconha, proibida por lei em todo território nacional. Mas esses alunos querem criar na USP uma zona de excessão a lei e a ordem. Nesse caso, os ladrões e assassinos também tem território livre. Talvez seja isso que esses maconheiros querem, afinal marxista adora bandido.

São esses os defensores dos Direitos Humanos, que adoram defender bandido, mas querem que se fodam os trabalhadores, estudantes, cidadãos honestos. Na visão alucinada desses idiotas, os bandidos, ladrões, assassinos e estupradores são as vítimas dos cidadãos honestos, que cumprem a lei e pagam impostos.

Enquanto a população assiste indignada esses vagabundos, que estudam de graça na melhor Universidade do Brasil, sustentados pelo dinheiro público, se comportarem como se fossem donos do local. Se pagassem mensalidade como alunos de faculdades particulares, dariam mais valor. Quem sabe fosse o caso de privatizar a USP, acabar com a farra desses vagabundos mal agradecidos.

Enquanto o Picolé de Chuchu Geraldo Alckmin hesita em mandar a Tropa de Choque descer a porrada nesses vândalos vagabundos, realizando o desejo da população paulista que vai pagar a conta do estrago, me lembro dos tempos do Ditador José Serra... Serra não pensava duas vezes antes de mandar a Tropa de Choque e a cavalaria pra cima de estudantes e professores.

Só não digo bons tempos, porque enquanto o Chuchu Alckmin não permite que a Polícia acabe com a bagunça dos vândalos, o Ditador Serra não usava a Polícia em causas nobres. Mandava a Polícia acabar com protestos legítimos, de estudantes e professores em greve, que exigiam salários dignos e a manutenção adequada da maior e melhor universidade do Brasil.


NÃO QUERO O DITADOR JOSÉ SERRA

Mas outra coisa me chamou atenção ontem, a notícia de que a USP possui um orçamento maior que quase todas as cidades brasileiras... por maior e melhor que seja, é difícil entender como uma Universidade possua um orçamento maior do que o da cidade de Campinas, que já é uma das mais ricas do Brasil, com população superior a 1 milhão de habitantes. Apenas 6 cidades brasileiras possuem orçamento maior que a USP. Não faz muito sentido, não tem lógica... e ainda assim, os salários de funcionários e professores, assim como a manutenção, deixam a desejar...

MP e Alesp investigam compras de imóveis pela Reitoria da USP

Faz até pensar se tudo isso não passa de um plano para queimar o filme dos movimentos estudantis... também é por essas e outras, que não me arrependo e não tenho vergonha dos meus anos de simpatizante petista. Simpatizante idealista e enganado pela máscara petista de bondade e boas intenções, que caiu esse ano com a Dilma... ainda assim, nunca me senti satisfeito o bastante para me filiar ao PT. Era apenas o único partido forte o bastante, de oposição ao PSDB, que eu considerava muito pior. Hoje, vejo que são ambos farinha do mesmo saco, dois lados da mesma moeda...





e vejam só que interessante:
Alunos planejam fazer piquetes e greve estudantil
http://estadao.br.msn.com/ultimas-noticias/alunos-planejam-fazer-piquetes-e-greve-estudantil 

"A tensão política na USP, com a possibilidade de greve estudantil e piquetes, deve manter-se pelo menos até os dias 22, 23 e 24 deste mês, quando ocorrem as eleições para o Diretório Central dos Estudantes (DCE) da USP. ...

Nesse caso, a esquerda concorre com as chapas do PT e de estudantes do movimento Liberdade, que se definem como apartidários e lançaram a chapa Reação. A Reação defende a permanência da PM na USP e quer ampliar as consultas aos estudantes. Em 2009, depois de uma série de greves e movimentos, eles perderam a eleição pela pequena diferença de 55 votos, depois que urnas da Faculdade de Economia e Administração (FEA) foram impugnadas. A expectativa é de que sejam bem votados no próximo pleito."


Blog Reinaldo Azevedo
Flagrantes da invasão da USP - O estudante profissional, o rapaz que quer acabar com o capitalismo e o professor que quer legalizar a maconhahttp://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/flagrantes-da-invasao-da-usp-o-estudante-profissional-o-rapaz-que-quer-acabar-com-o-capitalismo-e-o-professor-que-quer-legalizar-a-maconha/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

postagens mais lidas da semana

Foro de São Paulo + Marxismo Cultural = Golpe Comunista



vídeos no youtube

Partido Nazista no Brasil, Socialismo e Comunismo - Daniel Coelho
BOLSONARO FALA EM VEADOS E CITA DATENA
PALAVRA ABERTA - COMISSÃO DA VERDADE - Jair Bolsonaro
Entrevista com o Cabo Anselmo no Canal Livre da TV Bandeirantes (1/9)
Entrevista com o Cabo Anselmo ao Dextra
Julio Severo concede entrevista exclusiva ao Dextra
Destruindo chavões socialistas - Leonardo Bruno
Mitos do liberalismo e socialismo - Filipe Altamir
10 anos da morte de Celso Daniel do PT. Lucia Hippolito para rádio CBN
O PT quer dar um Golpe no Brasil - Reinaldo Azevedo pt 1/2
O PT quer dar um Golpe no Brasil - Reinaldo Azevedo pt 2/2
Silas Malafaia em audiência do PLC 122 em 29 de novembro de 2011
O Drama da Mulher Moderna - Padre Paulo Ricardo (01/02)
O Drama da Mulher Moderna - Padre Paulo Ricardo (02/02)
Yuri Bezmenov - Marxistas, os idiotas úteis
Yuri Bezmenov - A corrupção moral da sociedade pelos Marxistas
Yuri Bezmenov - A corrupção moral da sociedade pelos marxistas - II


Olavo de Carvalho

Conselho de Olavo aos Brasileiros - Fujam do mundo melhor !!!
A Diferença entre Socialismo e Comunismo
Caetano Veloso e intelectuais de esquerda acordam para projeto totalitário do PT
O PT e o Desarmamento do Brasil
Governo, Farc e Foro de S. Paulo (prof. Olavo de Carvalho)
O Foro de São Paulo e o Neo-Comunismo
True Outspeak - Terrorismo e Foro de São Paulo
Ódio Esquerdista, Vitimismo Negro e Coitadismo Feminino
Escravidão, etnias, miscigenação, cotas raciais, racismo — TO 02/12/09
O COMUNISMO NO BRASIL É INEVITÁVEL!
Olavo de Carvalho explica o comunismo completamente (Parte 1)
Olavo de Carvalho explica o regime militar brasileiro
Casamento gay e Caos Jurídico no Brasil
Olavo de Carvalho - O COMUNISMO NO BRASIL É INEVITÁVEL!
Olavo de Carvalho Explica Porque Esquerdista não é Igual a Pessoa Normal