quarta-feira, 12 de maio de 2010

Interlagos, 70 anos

12 de maio, notícia do dia, aniversário de 70 anos do autódromo de Interlagos... para quem se interessa por informações, não sou o cara certo para escrever sobre o autódromo... sobre a história de Interlagos, sei que muita gente do meio no automobilismo sonha com a restauração do traçado antigo, aquele que foi destruído para dar lugar ao traçado novo, mais curto e que atendia aos modernos padrões de segurança da Fórmula 1. Eu era criança, tinha 6 anos quando a F-1 percorreu o S do Senna pela primeira vez em 1990. Alguns criticam a vaidade de Ayrton, mas o S do seu nome é uma das curvas mais legais e marcantes do calendário. Adoro o traçado atual, um dos melhores do ano na F-1, e como muitos já me diverti pilotando em Interlagos em jogos de videogame ou computador... mas ainda sonho em pilotar carros de verdade ali, um dia, competindo de preferência. Fórmula ou protótipo, um Spyder já faria a alegria. Pelo menos senti o gostinho de dar uma volta de carona, em um dia chuvoso de 2002, para ajudar a remover estruturas do Skol Beats que ficaram empilhadas ao lado da pista, atrapalhando um treino de Fórmula 3.

Trabalhei pouco tempo como ajudante geral em algumas equipes de Fórmula 3 e Stock Car, alguns free-lancers na Fórmula Renault, Campeonato Paulista, Mil Milhas de 2004... acho que esse tempo foi o mais louco da minha vida, saia da minha cidadezinha do interior, da casa do papai, pegava a mala e ia para alguma cidade que tinha autódromo onde haveria uma corrida, para tentar trabalhar em alguma equipe, e não fazia questão nenhuma de salário, dinheiro, só queria estar ali naquele meio e conhecer o automobilismo de perto, lá de dentro, a realidade, o dia a dia, os mecânicos, a oficina... morei alguns meses na oficina mesmo, trabalhava e dormia nas oficinas das equipes, não tinha dinheiro pra nada, 18, 19, 20 anos... mas o tempo foi passando, eu muito louco ressuscitei o sonho de garoto de ser piloto, mas não tinha grana pra nada, nem pra ir pro exterior trabalhar como ajudante como fazia aqui. Até pensava em fazer um bico com alguma equipe da Europa e trocar uma idéia sobre trabalhar lá com eles... ainda sonho em viver algum tempo na Europa, mas perdi tempo demais sonhando com automobilismo, um tempo precioso.


Voltei para minha cidadezinha e desde então tenho tomado muito cuidado em sonhar demais, algo difícil para um pisciano com excesso de água... mas é triste viver sem sonhar. Eu não tinha grana, não tinha nada, dormia num quartinho improvisado, em um colchão em cima de uma cama que eu montava com pneus velhos de Stock Car, só tomava banho na oficina... ou no banheiro de algum autódromo, de vez em quando em hotel... os melhores dias pra mim eram os finais de semana de corrida, muito mais trabalho, mas para minha alegria pelo menos saia daquelas oficinas por alguns dias, viajava, conheci a Argentina, Brasília, embora não pudesse passear muito...

Na Argentina no auge da crise, trabalhando em uma equipe de Fórmula 3, depois de 2 dias e mais de 2 mil km de viagem com todo o pessoal da equipe em uma Besta, chegar no hotel na quinta-feira a noite e encontrar o Nelson Piquet na recepção acertando a estadia da equipe dele... aquele mesmo Nelson Piquet para quem eu torcia quando criança, porque achava o carrinho amarelo dele mais bonito que aquele branco do Ayrton Senna pra quem todo mundo torcia... tenho uma história ótima pra contar sobre o boné autografado que ganhei do Nelson... uma história pessoal que para um fã do Nelson Piquet é motivo para admirar ainda mais esse cara, e nem vou contar aqui porque merece um post exclusivo pra contar essa história... ai tiro uma foto do boné pra postar... que pena que não tinha uma câmera digital naquela época, teria tirado milhares de fotos...

Me lembro da primeira vez que vi uma câmera digital de perto na vida, em 2002, o jornalista João Vasconcelos mostrou pro pessoal da equipe Prop Car a novidade, uma câmera digital que tinha a incrível capacidade de armazenar até 60 fotos em um disquete 1.44. Todo mundo admirado, afinal os rolos de filme tinham capacidade para 36 fotos, e você não batia fotos a toa, afinal custava caro e acabava o rolo, você tinha que trocar, revelar as fotos, custava caro... Hoje os computadores não tem mais nem encaixe para o drive de 1.44 na placa mãe, os celulares tiram fotos com resolução maior que aquela de 2002, não sei quanto tempo faz que não falo com o Pitta, grande cara, e todo aquele pessoal com quem trabalhei e conheci no automobilismo... hoje quem acompanho mais é o Flávio Gomes, que não conheci na época, mas me lembro de quando a Classic Cup tinha vários DKWs, e hoje sei que o dele estava lá, o Grande Prêmio e o blog do Flávio são os sites que mais acompanho na internet, quase diariamente... automobilismo ainda é uma de minhas maiores paixões, mas sonhei demais com esse mundo...

Voei demais, o tema é o aniversário de Interlagos... ia falar no começo, mas esqueci... eu também gostaria de rever o traçado antigo restaurado. Parece ótimo... só de ver aquela reta inclinada onde hoje são montadas arquibancadas dá arrepio... por isso penso nessa idéia, da qual já falei aqui e na comunidade do autódromo no orkut, de promover a restauração do traçado antigo para receber a corrida da Fórmula Indy. Um evento de peso para levantar os milhões necessários para essa obra:

4/12/2009: Indy em Interlagos
http://tocadocoelhovoador.blogspot.com/2009/12/indy-em-interlagos.html

Não sei até que ponto perdi tempo correndo atrás do automobilismo... sai de Tupã, interiorzão de São Paulo, conheci São Paulo, Curitiba, corridas em Brasília, Campo Grande e Londrina que eu já conhecia, Rio de Janeiro e até na Argentina... cresci, amadureci e aprendi muita coisa, foi uma experiência muito intensa onde aprendi muito sobre a vida, além de realizar o sonho de conhecer o automobilismo de perto. E como... dormi muitas noites em boxes, fosse em Campo Grande onde os boxes eram abertos, com frio e vento e temperaturas abaixo de 0, fosse em Interlagos, fazendo bico pra cuidar de box mesmo. Até porque estava em São Paulo e nem sempre tinha lugar certo pra ficar, ainda mais lá em Interlagos...

Uma vez tentei contar quantas noites dormi lá dentro do autódromo, contando noites que dormi no chão ou na bancada no fundo dos boxes, dentro de motor-home ou de uma carreta. Sem contar as noites nos hotéis ali do lado e a noite que passei acordado nas Mil Milhas de 2004. Lembro que passou de 30. Pouco mais de 30 noites que dormi dentro do autódromo de Interlagos. Autódromo que realizei o sonho de conhecer. Matei a vontade, andando a pé lá por dentro, por tudo, não só pelos boxes e estacionamentos, pelas arquibancadas, mas andando a pé ao redor do autódromo, por fora da pista, perto do laguinho onde crianças empinavam pipa, pessoas cortavam caminho andando a pé e de bicicleta, o kartódromo e o heliporto ali do lado... se tivesse uma câmera digital naquela época...

Hoje está bem mais difícil... as últimas vezes que estive em Interlagos, foi em um treino livre da Stock Car em 2006, um domingo que dei um pulo lá em 2008, e pela última vez no show do Iron Maiden em 15 de março de 2009. Mas esse ano vou lá mais vezes. No mínimo pra finalmente assistir o GP Brasil tomando sol naquelas arquibancadas. Pela primeira vez assistir uma corrida nas arquibancadas. Até hoje, em todas eu estava nos boxes... calma! Falando de Stock Car e Fórmula 3, no máximo... desse ano não passa, finalmente vou ver a F-1 de perto.


Lembro da primeira vez que entrei em Interlagos, era noite, apenas para descarregar algumas coisas, na véspera daquele teste de Fórmula 3. Passei algum tempo naquele mundo, dormi mais de 30 noites naquele autódromo. Fiquei emocionado algumas vezes, aqueles boxes, aquele pitlane, imaginar Ayrton Senna na McLaren, Alain Prost, Nigel Mansell passando ali... Nelson Piquet só correu ali 2 vezes, de F-1. Uma dessas vezes, olhando aquele lugar, me lembrava de quando eu era criança, e um dos lugares que eu mais sonhava conhecer no mundo era o autódromo de Interlagos. Nem pirâmides do Egito, Monza ou Indianápolis, eu sonhava conhecer Interlagos. E até hoje, nunca me senti tão emocionado em lugar nenhum, nunca senti que estava em lugar mágico e fascinante como me sentia em Interlagos, a noite, final da noite, trabalhando até 2, 3 horas da manhã, quando quase todas as outras equipes já tinham terminado, descer para o estacionamento e olhar aquele lugar quieto, cheio de caminhões e todo o pessoal das equipes dormindo, olhar a pista, os boxes... nas Mil Milhas durante a noite inteira, os faróis na reta oposta... um monte de helicópteros nas corridas de Stock Car, dezenas de milhares de pessoas nas arquibancadas nos domingos de corrida, todo aquele pessoal aproveitando alguns minutos para ver os carros de perto e tirar fotos...

Ver pilotos que acompanhei desde criança, via nas revistas e na TV, como Christian Fittipaldi, Nestór Gabriel Furlán... conversar alguns minutos com o grande Ingo Hoffmann, ficar esperando pra ver quanto tempo o Chico Serra conseguia ficar sem dizer uma palavra, encontrar o Tarso Marques em um restaurante caseiro, ótimo por sinal... encontrar pessoalmente o Emerson Fittipaldi, Felipe Massa, Reginaldo Leme, Alexandre Barros, Roberto Pupo Moreno... conhecer o Nelson Piquet e ficar ainda mais admirado com ele do que apenas conhecendo sua história. Nelson Angelo, Lucas di Grassi, lembro dele saindo do carro da Cesário... na F-3.

Tive o grande prazer de conhecer grandes caras que não aparecem tanto nas revistas e na TV quanto os pilotos... como o grande Dárcio dos Santos, tio de um dos pilotos que mais admiro e por quem me lembro de torcer desde que estreou na F-1 em 1993, quando eu nem assistia as corridas porque era obrigado a ir na igreja. Conhecer o Otazú, grande cara que algum tempo antes conhecia da Revista Racing... Zampa, que espero esteja bem, grande cara, adorava suas histórias na Racing... pra não falar de pilotos, essa garotada que vi de perto na Renault e hoje está na Stock Car...

Sou apenas um fã de automobilismo que acompanha o esporte pela mídia... por isso, pra mim esse pouco tempo que experimentei o dia-a-dia daquele mundo tenha sido tão marcante e tão intenso. Conhecer de perto muita gente boa e famosa desse meio, muita gente boa e nem tão famosa, e muita gente boa que só lá a gente conhece. Mecânicos, engenheiros... como Alex Castilho. E outros grandes caras que estarão por muito tempo conosco fazendo o show do automobilismo brasileiro, enfrentando as dificuldades, guerreiros como Bassani, Dárcio, Amir e Samir, Cesário, Avallone, Zé Maria e tantos outros... mecânicos que vão pra estrada trabalhar pra sustentar os filhos, a esposa, as vezes ficam fora mais de uma semana, viajando mais de 4 mil km em uma van, para fazer uma corrida na Argentina.

Lembranças inesquecíveis, vividas por um jovem que quando criança sonhava conhecer o autódromo de Interlagos. Apenas o dia-a-dia nos bastidores do automobilismo, mas outro mundo para um fã que assiste as corridas pela televisão.

deixar uns links para umas fotos que tenho de lá...
Aventuras no Automobilismo
http://picasaweb.google.com/coelho84/AventurasNoAutomobilismo#
Iron Maiden 2009 @ Interlagos
http://picasaweb.google.com/coelho84/IronMaiden2009Interlagos#
São Paulo - Interlagos
http://www.panoramio.com/user/3498309/tags/S%C3%A3o%20Paulo%20-%20Interlagos

e uma música que lembrei hoje a tarde...


Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

postagens mais lidas da semana

Foro de São Paulo + Marxismo Cultural = Golpe Comunista



vídeos no youtube

Partido Nazista no Brasil, Socialismo e Comunismo - Daniel Coelho
BOLSONARO FALA EM VEADOS E CITA DATENA
PALAVRA ABERTA - COMISSÃO DA VERDADE - Jair Bolsonaro
Entrevista com o Cabo Anselmo no Canal Livre da TV Bandeirantes (1/9)
Entrevista com o Cabo Anselmo ao Dextra
Julio Severo concede entrevista exclusiva ao Dextra
Destruindo chavões socialistas - Leonardo Bruno
Mitos do liberalismo e socialismo - Filipe Altamir
10 anos da morte de Celso Daniel do PT. Lucia Hippolito para rádio CBN
O PT quer dar um Golpe no Brasil - Reinaldo Azevedo pt 1/2
O PT quer dar um Golpe no Brasil - Reinaldo Azevedo pt 2/2
Silas Malafaia em audiência do PLC 122 em 29 de novembro de 2011
O Drama da Mulher Moderna - Padre Paulo Ricardo (01/02)
O Drama da Mulher Moderna - Padre Paulo Ricardo (02/02)
Yuri Bezmenov - Marxistas, os idiotas úteis
Yuri Bezmenov - A corrupção moral da sociedade pelos Marxistas
Yuri Bezmenov - A corrupção moral da sociedade pelos marxistas - II


Olavo de Carvalho

Conselho de Olavo aos Brasileiros - Fujam do mundo melhor !!!
A Diferença entre Socialismo e Comunismo
Caetano Veloso e intelectuais de esquerda acordam para projeto totalitário do PT
O PT e o Desarmamento do Brasil
Governo, Farc e Foro de S. Paulo (prof. Olavo de Carvalho)
O Foro de São Paulo e o Neo-Comunismo
True Outspeak - Terrorismo e Foro de São Paulo
Ódio Esquerdista, Vitimismo Negro e Coitadismo Feminino
Escravidão, etnias, miscigenação, cotas raciais, racismo — TO 02/12/09
O COMUNISMO NO BRASIL É INEVITÁVEL!
Olavo de Carvalho explica o comunismo completamente (Parte 1)
Olavo de Carvalho explica o regime militar brasileiro
Casamento gay e Caos Jurídico no Brasil
Olavo de Carvalho - O COMUNISMO NO BRASIL É INEVITÁVEL!
Olavo de Carvalho Explica Porque Esquerdista não é Igual a Pessoa Normal