terça-feira, 11 de maio de 2010

Futebol no Brasil e Copa do Mundo

Não gosto de futebol e nunca gostei, desde pequeno... pra mim não passa da jóia do pão e circo contemporâneo. mas assisto os jogos da seleção na Copa do Mundo. Torço pra seleção, é bom que o Brasil ganhe a Copa, mas não ligo muito se ganhar ou não... passei a ser ainda mais indiferente a futebol e principalmente a Copa do Mundo, o único campeonato que eu ainda acompanhava, depois daquela decisão da Copa de 98... depois daquela patifaria de derrota para a França. Se fatos externos as quatro linhas do campo interferem no resultado e definem o campeão, pra que vou ficar ali torcendo? Mas assisti a Copa de 2002, mais indiferente que em 1994, que vibrei e comemorei muito mais... em 2006, me fiz de trouxa de novo, perdendo tempo assistindo aquela patifaria... a mesma história de 1998, mas melhor organizada pra não tomar proporções tão grandes... melhor eliminar o Brasil na semi-final do que manipular a final... e já temos outra Copa de novo... não estou muito interessado, mas acho que vou acabar assistindo os jogos da seleção de novo... afinal, mesmo não gostando, não faz mal assistir uns jogos de futebol de 4 em 4 anos...

Não entendo de futebol, mas a posição do goleiro é a mais ingrata. Quando falha, essa falha ganha repercussões enormes, que se acontecer em uma final de Copa do Mundo pode ser lembrada durante décadas. O Leão, não lembro quando, o goleiro da Copa de 50 que levou gol e o Brasil perdeu a Copa para o Uruguai no Maracanã... quando o goleiro tem sucesso, não fez mais do que a obrigação, e suas defesas não são lembradas durante muito tempo. Fiquei feliz com o Oliver Kahn (?), goleiro da Alemanha, ser considerado o melhor jogador da Copa de 2002. Justiça com os goleiros. Fiquei mais feliz do que se o Ronaldo fosse escolhido. Atacantes são sempre as estrelas. Quando falham, suas falhas são esquecidas em 30 segundos. Raramente um gol não feito é lembrado, como aquele do Pelé do meio de campo. Quando acertam, seus gols se tornam os lances mais glorificados da história do futebol.

Mas existe posição mais ingrata que a de goleiro. Técnico. E técnico da seleção brasileira então, sai de baixo... se vencer, não faz mais do que a obrigação. Se perder, leva toda a culpa nas costas, pois qualquer um teria vencido no lugar dele... afinal, o Brasil poderia facilmente montar duas seleções, e ambas serem consideradas as duas melhores da Copa do Mundo. Se não chegassem ambas a final, é porque se encontraram na semi-final. O Brasil é disparado o país com maior quantidade de grandes jogadores do mundo. E não vejo o que comemorar nesse fato, pelo contrário, só lamento.

Primeiro, o Brasil é o maior país do futebol no mundo. A paixão do brasileiro pelo futebol é comparável apenas a Inglaterra, Espanha, Itália, França, Alemanha, Argentina... países com população menor que o Brasil. Nada mais natural que o Brasil possuir mais grandes jogadores, é apenas a proporção correta entre a população e os jogadores. Estranho seria um país como a Argentina, que tem a mesma população do estado de São Paulo, possuir mais grandes jogadores do que o Brasil inteiro. Além do qué, poucos países como o Brasil possuem apenas um esporte nacional. Falar de esporte no Brasil raramente ultrapassa o futebol, exceto por alguns apaixonados por automobilismo como eu. Admiro os Estados Unidos pela variedade de esportes valorizados, como automobilismo, basquete, futebol americano, beisebol...

Agora, o Brasil ser a maior potência do futebol no mundo... apenas a obrigação. É o maior país do futebol. Os poucos países com população maior que o Brasil podem ser contados nos dedos de uma mão, Estados Unidos, China, Índia e Indonésia... nenhum deles dá muita bola para futebol... se comparados ao Brasil, que respira futebol o ano inteiro, estimulado pela mídia do pão e circo. Já países menores, mas com a mesma paixão pelo futebol, possuem uma desvantagem: na Alemanha, imagino que existam mais adolescentes planejando estudar engenharia do que jogar futebol. No Brasil, a grande massa de jovens que vivem na periferia e nas favelas do Brasil, possuem como alternativas ganhar dinheiro sendo ladrão ou traficante, ganhar salário mínimo ralando o dia inteiro, ou ganhar dinheiro jogando bola.

Não vejo motivo para se orgulhar de o Brasil ser o maior celeiro de jogadores de futebol, a ponto de o comércio de jogadores pesar na balança comercial. Lamento muito viver em um país onde por falta de opções, por falta de uma educação decente e desenvolvimento social, por falta de justiça social, por falta de oportunidades, por falta de uma indústria desenvolvida digna do que esse país merece, por falta de seriedade e dignidade na política, no governo, na mídia... infelizmente, o Brasil é o país do futebol porque para nossos jovens, jogar bola é o melhor futuro que eles podem almejar. E o povo brasileiro se orgulha do país do futebol. Vitória do pão e circo.

Boa sorte ao Dunga e torço para a seleção brasileira ganhar essa Copa do Mundo... mas torço mais pelo Brasil deixar de depender do futebol para ter o que comemorar. Por que O Brasil não é uma seleção de jogadores. Se a Argentina ganhar do Brasil na final da Copa, parabéns aos argentinos. Posso ser acusado de falta de patriotismo apenas por dizer isso. Lamento que a noção de patriotismo no Brasil esteja intimamente atrelada e limitada a um time de futebol. Lamento por muita coisa nesse país. Mas aí vem a Copa do Mundo, o Brasil pára, oba-oba. Não gosto de futebol, não gosto de carnaval... por que será que nasci no Brasil? Bem... vamos lá, de quatro em quatro anos o Brasil se torna a maior potência do mundo... temos muito o que lamentar, mas lamentar não resolve nada. Vamos mudar esse país... mas não faz mal comemorar umas vitórias no futebol, mesmo que não vá resolver os problemas do Brasil...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

postagens mais lidas da semana

Foro de São Paulo + Marxismo Cultural = Golpe Comunista



vídeos no youtube

Partido Nazista no Brasil, Socialismo e Comunismo - Daniel Coelho
BOLSONARO FALA EM VEADOS E CITA DATENA
PALAVRA ABERTA - COMISSÃO DA VERDADE - Jair Bolsonaro
Entrevista com o Cabo Anselmo no Canal Livre da TV Bandeirantes (1/9)
Entrevista com o Cabo Anselmo ao Dextra
Julio Severo concede entrevista exclusiva ao Dextra
Destruindo chavões socialistas - Leonardo Bruno
Mitos do liberalismo e socialismo - Filipe Altamir
10 anos da morte de Celso Daniel do PT. Lucia Hippolito para rádio CBN
O PT quer dar um Golpe no Brasil - Reinaldo Azevedo pt 1/2
O PT quer dar um Golpe no Brasil - Reinaldo Azevedo pt 2/2
Silas Malafaia em audiência do PLC 122 em 29 de novembro de 2011
O Drama da Mulher Moderna - Padre Paulo Ricardo (01/02)
O Drama da Mulher Moderna - Padre Paulo Ricardo (02/02)
Yuri Bezmenov - Marxistas, os idiotas úteis
Yuri Bezmenov - A corrupção moral da sociedade pelos Marxistas
Yuri Bezmenov - A corrupção moral da sociedade pelos marxistas - II


Olavo de Carvalho

Conselho de Olavo aos Brasileiros - Fujam do mundo melhor !!!
A Diferença entre Socialismo e Comunismo
Caetano Veloso e intelectuais de esquerda acordam para projeto totalitário do PT
O PT e o Desarmamento do Brasil
Governo, Farc e Foro de S. Paulo (prof. Olavo de Carvalho)
O Foro de São Paulo e o Neo-Comunismo
True Outspeak - Terrorismo e Foro de São Paulo
Ódio Esquerdista, Vitimismo Negro e Coitadismo Feminino
Escravidão, etnias, miscigenação, cotas raciais, racismo — TO 02/12/09
O COMUNISMO NO BRASIL É INEVITÁVEL!
Olavo de Carvalho explica o comunismo completamente (Parte 1)
Olavo de Carvalho explica o regime militar brasileiro
Casamento gay e Caos Jurídico no Brasil
Olavo de Carvalho - O COMUNISMO NO BRASIL É INEVITÁVEL!
Olavo de Carvalho Explica Porque Esquerdista não é Igual a Pessoa Normal